Henrique Cardão
 Rede MPL:

A mostrar resultados 1 para 21 de 21

Título: Henrique Cardão

  1. #1
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito Henrique Cardão

    No dia 18 de Maio, no Bombarral, houve o encontro anual dos antigos automobilistas de Angola.

    Estes encontros, congregam não só os próprios pilotos que por lá correram, como outros que nunca lá foram, como os seus familiares, os seus amigos, os amigos dos amigos, etc...

    Costuma haver uma corrida de karts, para abrir o apetite e brincar um bocadinho às corridas.
    Eu fiz um bom tempo para a grelha, fiquei aí para o meio, e passei uns quantos mais no início da corrida.
    Estava a gostar daquela alternativa do circuito do Bombarral, dado que era preciso travar apenas em 2 pontos. O resto, era dose de acelerador, e mta confiança nas costas e na sorte da aderência daqueles pneus de "madeira"...

    Havia um gancho aberto, que fazia sempre em "power slide":



    E foi precisamente ali, que fiz um pião...
    Resultado: passaram-me uns 5...
    Depois, recuperei talvez 2 lugares, até que fiquei preso atrás de alguém que não dava hipóteses...
    Novo pião, no mesmo sítio, nova recuperação, e mais 5 voltas atrás do mesmo que fechava qualquer passagem, até que saiu mais largo numa curva.
    E pronto, lá fiquei nas calmas para voltas mais lançadas...

    Houve uns toques, acho, não empurrei ninguém para fora, travagens no limite para evitar dores lombares aos outros... Sim, porque era uma corrida de gentlemen!!!

    No fim, ainda com os capacetes que lutávamos por tirá-los mais os óculos, aquele que me custou tanto a passar, disse-me rindo e com um sotaque brasileiro: "você foi duro, hein! E me empurrou, não foi?"
    Eu, encolhendo os ombros, sorri e respondi com uma palmada nas costas: "Talvez, não sei..."

    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232



  2. #2
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito Cidadão do Mundo e do Mundo do Automobilismo

    Este Senhor, de sorriso franco, medalha nos dentes, charuto nos dedos, camisa do Ayrton, sempre bem-disposto, viveu e vive dos automóveis, com os automóveis, para os automóveis, para o bem e para o mal.
    E não se pense que os automóveis não lhe causaram dor...

    Tem toda uma vida dedicada ao automobilismo, conviveu e convive com todas as figuras do automobilismo mundial e é uma pessoa muito querida e muito respeitada em todo o Mundo.

    É Henrique Cardão.

    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  3. #3
    Moderador Geral Marco911carrera's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    S.B. Messines- Silves
    Idade
    35
    Posts
    3,528

    Por Defeito

    Uma boa homenagem a uma pessoa tão dedicada quanto Henrique Cardão. Algo me diz que os desenvovimentos do tópico serão bastante interessantes,
    Marco Santos

  4. #4
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito em Angola

    Poderia fazer um relato das provas mais marcantes de Henrique Cardão em Angola...
    Deixo apenas algumas passagens do seu percurso, pelas palavras de um seu grande amigo.

    Recordo só, para que se situam, que o seu percurso mais marcante, foi ligado à Casa Americana, pilotando um Vauxhall Viva GT, e depois um Camaro Z28, com o qual conquistou muitas vitórias.


    Benguela 1973

    Também fez algumas corridas para a Socoína, nos Alfas GTA'MA' e Am, mostrando-se várias vezes combativo para o próprio Peixinho.
    Última edição por asperezas : 29-10-2008 às 22:28
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  5. #5
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Marco911carrera Ver Post
    Uma boa homenagem a uma pessoa tão dedicada quanto Henrique Cardão. Algo me diz que os desenvovimentos do tópico serão bastante interessantes,
    Talvez...
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  6. #6
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito Henrique por Hélder

    6h internacionais do Huambo de 1973, a equipa O-pel-&-Osso:



    Cardão sentado no lado de fora. Hélder sentado no lado de dentro.
    Imagem cedida por Henrique Cardão à Casa Americana.

    Escrito por Hélder de Sousa em 19-06-2008:

    Essa foto do Cardão sentado no capot do Manta foi a maneira mais expressiva que ele encontrou para assinalar um brilhante 5º lugar na Geral e 1º dos não grupo 6. Foi uma corrida épica para nós, o Cardão teve um problema no turno dele e veio à box mais cedo, mas, no fim,"tudo está bem quando acaba bem".
    O Henrique Guerra Cardão foi uma das figuras mais notáveis do nosso automobilismo desportivo e um dos melhores reporteres de rádio que tivémos nos tempos do programa Luanda 63 até 74, na Rádio Eclésia.
    Tenho tantas histórias de e com o Cardão que o espaço aqui não chegaria...simplesmente porque ele e eu sempre estivémos ligados desde os tempos do LIceu Salvador Correia onde andámos juntos desde o 1º ano e com números seguidos - se eu era o 15 ele era o 16. Começou a trabalhar muito cedo, na Casa Americana, teria aí uns 15/16 anos, depois do falecimento do pai dele.
    Desde muito cedo ele começou a participar em provas, muitas delas comigo como co-piloto.
    Como piloto, Cardão tinha uma coisa muito boa...era consistente e não estragava os carros, por isso o escolhi como meu companheiro naquelas gloriosas 6 horas de Nova Lisboa de 73.
    Mais tarde, na Europa, voltámos a andar juntos nos Grandes Prémios, ele para rádios brasileiras, eu para a RTP e Autosport.
    Cardão deve ser actualmente um dos mais jubilados jornalistas da F1 que continua a frequentar, a partir do seu quartel-general em Bruxelas.
    Cardão é meu irmão.



    Aqui, com o meu Abarth antes da partida para o,acho, 1º grande rali universitário...1966???
    Como éramos jovens!!!!!



    Rali BCA 1967

    Salvou-se a grade de cervejas (nota: que tb ia a bordo), o Cardão perdeu os óculos que sairam pelo pára brisas, não nos magoámos a não ser nos nossos egos...
    O Cardão tinha a mania de cantar a bordo dos carros e, naquele tempo, a canção favorita dele era "n'avoue jamais, jamais, jamais, que je t'aime..." não posso precisar em quem é que ele pensava até porque, em termos de feminino, ele sempre soube cantar pelo tom mais acertado.
    O acidente foi, creio, na sinuosa estrada depois de termos saído de Novo Redondo.




    Hotel Mombaka, Benguela, 196?...

    Esta já não me lembro o que é que festeja...
    O Cardão é o 1º a contar da esquerda em baixo, com o Henrique Bandeira Vieira, o Joaquim Silveira Machado e ... moi..
    Atrás, à direita, está o Carlos Blanco, depois, para a esquerda o José Manuel da Nóbrega e o Barroso... Escapam-me os nomes de alguns, eles que me perdoem...
    Última edição por asperezas : 29-10-2008 às 22:46
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  7. #7
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito A última vitória de Cardão em Angola?

    Em Maio de 1975, houve um último evento no Autódromo de Luanda, antes da independência, para recolha de fundos para os refugiados da guerra.


    Uma dessas corridas, foi feita com camiões das cervejas "Cuca". E Cardão ganhou num Pégaso(?):

    Última edição por asperezas : 05-11-2008 às 20:58
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  8. #8
    Consultor Cargil48's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    Porto
    Idade
    68
    Posts
    2,399

    Por Defeito

    E, se não me engano, era precisamente Henrique Cardão que era enviado a Le Mans por uma estação angolana de rádio para fazer a cobertura das "24 horas". Não sei se ele chegou a saber que em Angola as reportagens mal se ouviam, dada a electricidade estática que (quase) sempre encobrem as frequências de ondas curtas...

  9. #9
    Bicicleta Pasteleira Clássica Mini Racer's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2007
    Localização
    Norte de Portugal ...
    Posts
    574

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Cargil48 Ver Post
    E, se não me engano, era precisamente Henrique Cardão que era enviado a Le Mans por uma estação angolana de rádio para fazer a cobertura das "24 horas". Não sei se ele chegou a saber que em Angola as reportagens mal se ouviam, dada a electricidade estática que (quase) sempre encobrem as frequências de ondas curtas...
    E que por acaso deu origem a uma história engraçada, não é CARGIL ?

  10. #10
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito

    Não tenho ideia nenhuma desse relato... Foi em de 1972?
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  11. #11
    Consultor Cargil48's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    Porto
    Idade
    68
    Posts
    2,399

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por asperezas Ver Post
    Não tenho ideia nenhuma desse relato... Foi em de 1972?
    Não, 73.

  12. #12
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito relato LM'73

    Cargil, quer contar-nos como eram esses relatos?

    MiniRacer, que história engraçada? Pode ser contada?

    Cardão tinha ido a Le Mans em 1972, acompanhar Nicha na sua aventura na equipa Bonnier.

    Suponho que terá ido a muitas outras edições...

    Há muitas "estórias" de Cardão acerca de Senna, o seu piloto eternamente favorito...
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  13. #13
    Consultor Cargil48's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    Porto
    Idade
    68
    Posts
    2,399

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por asperezas Ver Post
    Cargil, quer contar-nos como eram esses relatos?

    MiniRacer, que história engraçada? Pode ser contada?
    Já foi contada, mas já que o meu amigo se dá tanto ao trabalho de contar histórias de Angola, atrevo-me a repetir a minha, completando-a com alguns comentários e fotos.

    Primeiro: eu estive colocado no Leste de Janeiro de 1972 a Março de 1973. Em Nova Lisboa, creio até que pela altura das "6 Horas do Huambo" de 1971, comprei um belíssimo rádio Sony a uns sul-africanos, com o qual apanhava todas (ou quase todas...) as frequências de Ondas Curtas.


    Sony_OC.jpg

    Com este rádio apanhava as provas de F1 em quase todo o lado, chegava em pleno Leste angolano a conseguir distinguir quando passava o Matra F1 de Chris Amon com o seu trabalhar diferente, bem mais agudo que os restantes mesmo os Ferrari, também V12 (sobretudo em Clermont-Ferrand e no Mónaco, onde a sinuosidade do circuito permitia ouvir mais claramente o "cantar" dos motores), e habituei-me a apanhar a "Radio France-Inter" em ondas curtas, quando era para ouvir o GP deste país e, claro, as 24 Horas de Le Mans.

    Em Angola, a minha estação preferida era a Emissora Oficial de Angola, e cheguei a trocar correspondência com os profissionais desta emissora mais virados para o automobilismo.

    PS: Só a título de curiosidade, atrás vê-se a "fila-de-espera" dos nativos para a consulta médica num local que aposto que a maioria de Vós nunca ouviu falar, mesmo os que lá viveram: Nova Chaves. Fica entre Saurimo (Henrique de Carvalho) e Vila Teixeira de Sousa (cujo nome local não me recordo agora, pode ser Luena?).

    - Segue -

  14. #14
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito :D

    Citação Originalmente Colocado por Cargil48 Ver Post
    ...a maioria de Vós nunca ouviu falar, mesmo os que lá viveram: Nova Chaves. Fica entre Saurimo (Henrique de Carvalho) e Vila Teixeira de Sousa (cujo nome local não me recordo agora, pode ser Luena?).
    gostei do rádio!

    Aqui, essa povoação cujo nome não me lembrava desde 1974, parece ser Muconda, agora...
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  15. #15
    Consultor Cargil48's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    Porto
    Idade
    68
    Posts
    2,399

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por asperezas Ver Post
    gostei do rádio!

    Aqui, essa povoação cujo nome não me lembrava desde 1974, parece ser Muconda, agora...
    Certo, Muconda era Nova Chaves, Vila Teixeira de Sousa é agora Luau. O Luena por mim referido era o Luso.

  16. #16
    Consultor Cargil48's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2006
    Localização
    Porto
    Idade
    68
    Posts
    2,399

    Por Defeito

    Bem, mas para continuar. Em Angola havia na altura algumas estações privadas e de boa qualidade, do género do Rádio Clube Português, cá na "Metrópole". Algumas delas enviavam repórteres para eventos desportivos considerados de importância para a sociedade angolana.

    Em fins de 1973, regresso da estadia "no mato", na zona da referida Nova Chaves (já agora, um "paraíso" se comparada com a zona umas centenas de km mais abaixo onde esteve o escritor e médico António Lobo Antunes, cujo livro com os aerogramas saiu há uns anos e me deixou arrepiado... mas isso são outras histórias). Termino a minha comissão em Luanda, numa unidade mesmo ao lado da já referida Emissora Oficial de Angola (já agora, para os mais novos, na altura qualquer "mancebo" considerado apto era obrigado a fazer serviço militar, do qual constava uma ida para as Províncias Ultramarinas que durava um mínimo de 24 meses).

    Como durante os 14 meses que estive no leste tinha estabelecido algum contacto com elementos da E.O.A. o lógico foi ir conhecê-los pessoalmente. E, uma coisa dá na outra, com frequência assistia às emissões da parte de dentro dos estúdios (e aí os meus conhecimentos de música da época valeram-me um tanto, sobretudo o movimento à volta de Woodstock, que tinha revolucionado o panorama musical da época). Outro à-parte, não havia emissão "nossa" (ou seja, mais voltada para a juventude) em que não assistisse um misterioso "alferes", de cujo nome me lembro perfeitamente bem, e que na época eu me perguntava sempre a mim próprio: "mas que raio está este gajo aqui a fazer sempre?" Santa inocência...

    Estávamos em meados de Junho de 73, e veio à baila o facto de uma das emissoras "rivais" ter enviado a França um especialista em automobilismo (como disse, creio até que foi o Henrique Cardão) para cobrir as "24 horas de Le Mans", o qual começou a fazer transmissões em directo, logo nos treinos, e após os noticiários mais importantes. Mal se conseguia perceber uma palavra por causa da electricidade estática, e à inconstância da captação das ondas curtas (quem, como nós hoje, só está habituado ao FM - frequência modelada - nem sabe o que isto significa...).

    Nas minhas deambulações pelas instalações da E.O.A. (eu era alferes, portanto gozava de confiança total da parte de todos, mesmo dos superiores lá da rádio e que me conheciam pior) descobri que na cave tinham lá encostado um enorme rádio, potente receptor de ondas curtas... não é difícil adivinhar o esquema que engendrei, pois não? Propus aos responsáveis pelos noticiários oferecer aos ouvintes notícias frescas de Le Mans, desde que me permitissem eu ir captando as emissões da France Inter no dito receptor-monstro existente na cave. E assim foi. Ligamos uma antena ao dito e pus-me à procura da localização da estação francesa, o que não foi difícil pelo que já contei mais atrás. Passei a ouvir os noticiários franceses e a seguir a reportagem deles directamente de Le Mans, tirando apontamentos do que de importante se tinha passado desde a última intervenção. Enquanto isso, o locutor de serviço "ia esticando" o seu serviço noticioso, para me dar tempo a escrevinhar as linhas que lhe iria passar para ele ler antes de terminar o seu serviço. E assim foi, durante o fim-de-semana inteiro, a E.O.A. terminava os seus noticiários mais importantes com pontos-de-situação actualizados sobre o que se passava no circuito de la Sarthe, a custo zero e com a qualidade de audição a que os seus ouvintes estavam habituados.

    Como o meu nome tinha sido citado, como colaborador, na segunda-feira seguinte fui de imediato convocado ao Comandante da minha unidade. Pelos vistos tinha havido "incómodos", e foram-lhe contar que um elemento do seu corpo de oficiais se andava a dedicar à rádio de forma ilícita (porque eu deveria ter requerido previamente autorização às instâncias militares para fazer algo do âmbito da causa pública civil...). Enfim, foi um dos momentos que trouxe de boas recordações daquela fabulosa terra.

  17. #17
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Cargil48 Ver Post
    Bem, mas para continuar. Em Angola havia na altura algumas estações privadas e de boa qualidade, ... Algumas delas enviavam repórteres para eventos desportivos considerados de importância para a sociedade angolana.
    Para quem por aqui passa ter uma ideia, todos os Grandes Prémios eram relatados em directo...

    ...com frequência assistia às emissões da parte de dentro dos estúdios (e aí os meus conhecimentos de música da época valeram-me um tanto, sobretudo o movimento à volta de Woodstock, que tinha revolucionado o panorama musical da época).
    E foi fantástica essa repercussão em Angola. A sociedade civil era jovem, de espírito aberto, receptiva a tudo o que se passava no mundo. Algo totalmente diferente do ambiente em Portugal...

    ... Outro à-parte, não havia emissão "nossa" (ou seja, mais voltada para a juventude) em que não assistisse um misterioso "alferes", de cujo nome me lembro perfeitamente bem, e que na época eu me perguntava sempre a mim próprio: "mas que raio está este gajo aqui a fazer sempre?" Santa inocência...
    há cada anedota da época acerca disso...

    ... E assim foi, durante o fim-de-semana inteiro, a E.O.A. terminava os seus noticiários mais importantes com pontos-de-situação actualizados sobre o que se passava no circuito de la Sarthe, a custo zero e com a qualidade de audição a que os seus ouvintes estavam habituados. ...
    Obrigado, Carlos!
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  18. #18
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito entrevista em 1993

    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  19. #19
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito o Viva GT

    Muito se tem escrito sobre a cor do Vauxhall Viva GT da Casa Americana ou Motorang, então representante da General Motors em Angola.

    Vi este carro inúmeras vezes e garanto que era cinzento metalizado com capot preto mate.

    Um slide de Artur Ferreira exposto no SportsCar mostra esse carro atrás da GTA 2000 com Santos Peras:

    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  20. #20
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito filmes

    A partir deste post temos acesso a pequenos filmes onde quase sempre aparece Henrique Cardão.
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

  21. #21
    Moderador Geral asperezas's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    578

    Por Defeito Cardão em filmes das 6 Horas de 1972

    Henrique Cardão conduziu a meias com Santos Peras um Subaru vermelho muito particular, uma rara máquina de competição de Grupo 2 vinda da fábrica japonesa.
    Este Subaru, foi conduzido inúmeras vezes por Santos Peras e por essa razão ficou para sempre conhecido como "o Subaru do Santos Peras", mesmo quando há muito não era conduzido por ele.

    Para aceder ao filme, clicar na imagem:
    http://forum.motorclassico.pt/image.php?type=sigpic&userid=8904&dateline=1232586  232

Tópicos semelhantes

  1. Apresentação de Henrique Sobral
    Por hsobral na secção Apresentações dos Utilizadores
    Respostas: 1
    Último Post: 18-10-2008, 14:41

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

A Motorpress Lisboa S.A. não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.